Conheca As Principais Vantagens Da Auditoria Fiscal.jpeg

Conheça as principais vantagens da auditoria fiscal

O termo “auditoria fiscal” assusta muitos empreendedores. De fato, em alguns casos, quando ela é realizada por um órgão da administração tributária, alguns têm motivos para ficarem verdadeiramente preocupados.

No entanto, também existe a auditoria interna — realizada por uma empresa especializada ou por profissionais contratados — que visa analisar os pontos que podem ser alvos de sanções, multas ou bloqueios em casos de fiscalização oficial.

Nosso objetivo com este artigo é mostrar as vantagens desse serviço. Ao final dele, você terá a plena certeza que a auditoria fiscal é uma excelente ferramenta para manter a saúde financeira da sua empresa em dia. Acompanhe!

Identificar fraudes ou desvios

A auditoria fiscal auxilia a empresa a encontrar possíveis fraudes ou desvios causados por funcionários ou por pessoas vinculadas ao negócio — como fornecedores ou até mesmo alguns clientes.

Esse processo executa uma análise aprofundada das questões fiscais da empresa e não há como fazer isso sem afetar ou movimentar outros setores, uma vez que todos os processos de uma organização estão integrados.

Um auditor pode encontrar, por exemplo, uma diferença de pagamento entre uma nota fiscal de determinado fornecedor e os valores registrados pelo departamento financeiro — o que em alguns casos, pode configurar uma fraude.

Infelizmente, as fraudes ou desvios no âmbito empresarial ocorrem. Portanto, cabe aos gestores identificar e punir — dentro dos limites legais — os responsáveis. Desse modo, a auditoria fiscal pode ser uma ferramenta eficiente para encontrar esse tipo de problema.

Encontrar erros existentes em processos

Além dos problemas com fraudes e desvios, existem erros que são causados involuntariamente por pessoas ligadas ao seu negócio. Eles decorrem de falta de conhecimento, displicência ou até mesmo pela má vontade por parte dos colaboradores.

Portanto, a auditoria fiscal poderá auxiliar a encontrar esses gargalos processuais — que podem gerar problemas sérios com os órgãos responsáveis, ocasionando multas, bloqueios e outras sanções fiscais.

O auditor atuará de forma corretiva, identificando possíveis erros, bem com os motivos que levaram a determinado acontecimento. Ele poderá, então, oferecer dicas e estratégias para superar determinados gargalos.

Alguns dos erros administrativos mais comuns existentes em uma empresa — e que podem ser solucionados por uma auditoria fiscal interna — são os seguintes:

  • erros no lançamento de notas fiscais de entrada (códigos, itens, quantidade, valores);
  • falta de escrituração de documentos fiscais de compras ou prestação de serviços contratados;
  • venda sem o devido correspondente fiscal (NF-e, NFC-e, NFS-e, entre outros);
  • falta de gestão de estoque;
  • pagamento de fornecedor sem o respectivo documento fiscal de origem.

Além desses erros administrativos, também podemos citar aqueles cometidos no âmbito fiscal — como a seleção do regime de tributação e a própria apuração de impostos e contribuições. Isso é assunto para os nossos próximos tópicos. Continue lendo!

Analisar o regime tributário ideal

A escolha do regime tributário de forma equivocada não penalizará a empresa com multas, sanções ou bloqueios — até porque os sistemas da Receita Federal e Estadual já estão parametrizados para aceitar ou negar determinadas solicitações, como a inclusão no Simples Nacional, que têm uma limitação de valor e de atividade.

No entanto, caso você cometa um erro na hora de selecionar a modalidade de tributação — que pode ser Lucro Presumido, Lucro Real, Simples Nacional ou Arbitrado, em casos muito específicos —, a punição financeira que sua empresa receberá é bem maior que qualquer multa ou sanção que algum órgão poderia aplicar.

Essa questão afeta diretamente a lucratividade e o crescimento do seu negócio. Caso ela seja definida de forma equivocada durante aquele ano, o seu negócio sofrerá muito pagando impostos desnecessários.

Nesse contexto, a auditoria fiscal poderá ajudar você a identificar esse problema e, principalmente, orientá-lo acerca de qual é o melhor regime de tributação para o seu negócio. Não se engane quando a isso: determinada modalidade pode ser boa para um tipo de empresa e péssima para outra.

Acredite, até mesmo o Simples Nacional, que é um regime diferenciado e mais simplificado, pode ser prejudicial para uma empresa, dependendo do seu tipo de atividade, nível de faturamento e outras questões fiscais — como o aproveitamento de créditos tributários.

Como a auditoria fiscal é realizada por profissionais altamente qualificados e capacitados para determinar a escolha de um regime de tributação, ela ajudará você a encontrar aquele que mais se encaixa na realidade do seu negócio.

Minimizar riscos fiscais

Essa atividade também contribui para que a sua empresa passe a apurar os impostos de forma correta e, consequentemente, evite os riscos fiscais que sondam grande parte dos negócios brasileiros. Sabemos que a legislação fiscal do nosso país é muito complexa e, como se isso já não fosse suficiente, ela muda com muita frequência.

Portanto, a auditoria fiscal, desde que feita periodicamente, pode ajudar a adequar o seu negócio à lei em vigor, evitando que você seja pego de surpresa por uma autuação sem ao menos saber que estava fazendo algo de errado.

Planejar o crescimento da empresa com dados fiscais corretos

O último benefício da auditoria fiscal é proporcionar um crescimento saudável para a sua empresa, que ficará com todas as questões tributárias em dia. Dessa forma, você poderá dedicar seu foco e atenção à atividade realizada por seu negócio.

Dessa forma, não será necessário perder noites de sono ou horas de trabalho preocupado com possíveis autuações fiscais ou problemas provenientes da má gestão das questões tributárias da empresa. Tudo estará perfeitamente alinhado com a lei.

No entanto, esse é um processo que deve ser realizado de forma contínua em seu negócio. Como mencionamos, a legislação muda com muita frequência e, portanto, a auditoria fiscal também deve ocorrer periodicamente.

Por fim, podemos mencionar que instituir uma auditoria fiscal interna em seu negócio é uma excelente forma de blindar a empresa de possíveis denúncias ou fiscalizações oficiais dos órgãos da administração tributária. Caso isso ocorra, você terá a tranquilidade de saber que todas as questões já foram solucionadas internamente.

Gostou deste artigo sobre a auditoria fiscal? Gostaria de saber mais sobre esse processo e outras questões contábeis importantes para o crescimento do seu negócio? Entre em contato conosco! Teremos imenso prazer em atender você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *