Clientes Inadimplentes

6 dicas para lidar com clientes inadimplentes

Manter as contas da sua empresa em dia vai muito além de organizar pagamentos e ter uma boa rotina de vendas. Também é fundamental garantir o recebimento dos clientes inadimplentes, bem como utilizar mecanismos para que essas dívidas não se acumulem e acabem gerando grandes prejuízos para a empresa.

Um alto índice de inadimplemento pode trazer sérios danos à saúde financeira de um negócio e até mesmo prejudicar severamente o seu funcionamento. Por essas razões, é necessário saber lidar com clientes inadimplentes.

Mas, será que é possível cobrar dívidas de um cliente e ainda manter um relacionamento amigável? Como garantir que essas pessoas continuarão a consumir produtos ou serviços na sua empresa? Confira nossas dicas!

1. Utilize um sistema de cobrança automático

Boa parte do inadimplemento é causado pelo esquecimento e não pelo descaso de alguns clientes.

O acúmulo de contas, datas de vencimento diferentes, valores e tantos outros fatores do dia a dia fazem com que muitas pessoas se esqueçam de pagar suas contas.

Você pode fornecer um sistema de lembrete de pagamentos em atraso ou até mesmo de faturas a vencer, para evitar o inadimplemento.

Esses avisos podem ser via e-mail ou SMS. Você pode reduzir suas taxas de inadimplência e criar um cenário mais realista sobre o comportamento de seus consumidores.

O custo desse tipo de aviso é muito pequeno em comparação com o retorno de ter mais contas pagas.

2. Não tenha receio de cobrar clientes inadimplentes

Não se sinta mal quando for cobrar clientes inadimplentes. Muitas vezes, a dívida decorre de uma confusão de datas por parte dele ou até mesmo de uma dificuldade financeira momentânea.

Ainda assim, lembre-se que sua empresa forneceu um produto ou um serviço para aquele cliente, surgindo para ele a obrigação de pagar, e para você, o direito de receber.

3. Facilite o pagamento de contas em atraso

Seu cliente não pode se dirigir até a empresa para fazer o pagamento? Vá até ele! Você não aceita cheque? Considere a possibilidade de aceitar!

Facilite o pagamento ao máximo, principalmente se o desejo de pagar o débito partir do próprio cliente. Faça o possível para receber na primeira oportunidade em que ele manifestar a possibilidade de quitação.

Fazendo isso, você cria mais possibilidades para receber esses valores em aberto.

4. Faça acordos para pagamento de débitos

Outra maneira de lidar com clientes inadimplentes é fazer acordos de quitação de débitos.

Tanto o cliente inadimplente quanto a empresa têm interesse em resolver a situação. Sendo assim, é importante que você crie campanhas para pagamento de débitos antigos de seus clientes.

Ofereça redução ou isenção de multas e juros para pagamento até determinado prazo. E lembre-se sempre de facilitar o pagamento, como vimos no item anterior.

5. Elabore contrato e forneça nota fiscal

Essa dica servirá especialmente para quem presta serviços de pagamentos recorrentes ou parcelados.

Nesses casos, antes de fechar o negócio, fazer um contrato com cláusulas claras de pagamento, datas de vencimento e previsão de multas e juros pode prevenir que o cliente se torne inadimplente, uma vez que as regras de pagamento são claramente expostas.

Além disso, no contrato pode haver uma cláusula explicando como será feita a cobrança, em casos de inadimplemento.

6. Faça uma análise criteriosa antes de ceder o crédito

Se, no final de tudo você estiver em dúvida sobre a adimplência do consumidor, não venda para ele.

Perder a venda ainda é melhor que ter prejuízo com um produto ou serviço prestado e não pago.

Não efetuando a venda a prazo, você vai evitar os custos com funcionários, impostos, e produção e poderá vender para outro cliente.

A busca por mecanismos de proteção contra a inadimplência é uma tarefa complexa, no entanto, é fundamental que os gestores saibam lidar com ela, de modo a receber os valores, sem perder o cliente.

Gostou deste artigo sobre como lidar com clientes inadimplentes? Gostaria de receber mais dicas para o seu negócio? Então, assine nossa newsletter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *