Capital De Giro

Como aumentar o capital de giro?

Resumidamente, o capital de giro é o valor necessário para a empresa executar a sua atividade econômica. Esse conceito é caracterizado pelos itens de consumo rápido em seu negócio.

O capital de giro é o elemento financeiro essencial para o financiamento das operações das atividades realizadas pelo estabelecimento. Ele é fundamental para manter o estoque, pagar fornecedores e demais gastos necessários à operacionalização da sua empresa.

Sem ele, seu negócio corre sérios riscos de não conseguir operar. É muito comum encontrar empresas com excelente potencial lucrativo, que vão à falência pelo simples fato de não ter capital de giro.

Foi pensando nisso que resolvemos escrever este artigo, contendo dicas valiosas para aumentar o capital de giro do seu negócio. Confira!

Dê prioridade à liquidez

O capital de giro é usado para pagar despesas diversas, sendo assim, é necessário estar atento à liquidez da sua empresa.

Isso implica dizer que você precisa garantir que os recursos obtidos não serão comprometidos em investimentos de longo prazo ou em ativos cuja venda é dificultada.

Fique de olho na receita

Muitos empresários põem em risco as finanças de suas empresas acreditando em previsões de receitas futuras, mas, e se o dinheiro não entra na conta como esperado? a empresa pode executar a falta de capital de giro rapidamente?

Portanto, considere como receita garantida, para compor o capital de giro, somente aquelas que já foram faturadas e têm prazos de recebimentos definidos.

Financie o capital de giro, se necessário

O ideal é fugir de financiamentos para capital de giro. No entanto, em situações extremas, você deve considerar a possibilidade de contratar financiamento a juros baixos para garantir um determinado valor, necessário ao pagamento de contas.

Negocie sempre

Ser empresário não é uma tarefa fácil! É muito comum acontecerem atrasos nos pagamentos, seja por esquecimento ou pela inadimplência de seus clientes.

Nesses casos é importante negociar prazos mais extensos com seus fornecedores e mais curto com os clientes, evitando que os recursos se esgotem e os pagamentos sejam atrasados, gerando juros e multas para a empresa.

Parcele quando for possível

Por mais que a empresa tenha recursos em caixa para fazer uma compra a vista, é sempre importante considerar o pagamento parcelado, especialmente quando essa operação não incidem juros.

Isso faz com que o gestor não comprometa o capital de giro no curto e médio prazo, podendo aproveitar melhor o dinheiro que tem em caixa, possibilitando que esses valores sirvam para honrar com o pagamento de outras despesas, impossíveis de serem parceladas.

Priorize as vendas mais rápidas

Muitas empresas têm alguns produtos e serviços em sua carteira que geram receitas mais rapidamente que outros.

Sendo assim, uma boa sugestão para aumentar o capital de giro é intensificar os esforços de vendas para estes itens.

Realize o controle

Deixamos para o final a dica mais importante! Um dos grandes problemas para as empresas é o controle e a gestão financeira.

É justamente nesse ponto onde ocorrem os principais erros de gestão que comprometem o capital de giro do seu negócio.

Uma empresa que possui um controle financeiro que contenha informações precisas e detalhadas e com projeções futuras dificilmente passará por problemas com a quantidade baixa ou inexistência capital de giro.

Gostou deste artigo sobre como aumentar o capital de giro? Gostaria de ter acesso a mais informações importantes sobre a gestão do seu negócio? Então curta nossa página no Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *