Os 4 Maiores Erros Cometidos Na Gestao Financeira De Empresas

Os 4 maiores erros cometidos na gestão financeira de empresas

Gerenciar as finanças de uma empresa não é tarefa nada fácil. Muito pelo contrário. Exige que os gerentes e gestores tenham bastante atenção em cada detalhe. Cometer erros nas contas de um negócio ou controlar as finanças de forma errônea impacta o saldo bancário de qualquer empresa e até mesmo pode levá-la à falência.

É muito importante que os gerentes financeiros prestem atenção aos mínimos detalhes do negócio e conheçam todas as contas e proventos. O correto controle é fundamental para o seu crescimento e desenvolvimento.

Para ajudá-lo a não cometer erros na gestão financeira de empresas, separamos neste post os 4 maiores erros! Confira a seguir e aprenda como evitá-los e manter a boa saúde do seu negócio!

1. Desconhecer o estoque

Todo gerente sabe que, na gestão de qualquer negócio, trabalhar com excesso de estoque significa estoque retido. A lógica é muito simples: quanto maior for a quantidade de itens estocados, menor o fluxo de caixa disponível. Essa situação prejudica as contas da empresa e precisa ser remediada rapidamente.

Não conhecer o estoque também leva a descontrole de caixa. Afinal, só se consegue controlar o que se conhece, correto? Por isso, é fundamental que os gerentes façam um levantamento do estoque, monitorem todas as entradas e saídas e busquem trabalhar com armazenagem reduzida para evitar “dinheiro parado”.

2. Não controlar o fluxo de caixa

Um dos principais pilares da gestão financeira de empresas é o fluxo de caixa. Gerenciar o fluxo nada mais é do que conhecer e controlar todas as entradas e saídas da empresa.

Deixar de controlar o fluxo é um dos maiores erros que os gestores podem fazer, o que compromete totalmente qualquer empresa. O gerenciamento das contas precisa ser feito com planilhas ou até mesmo softwares de gestão que eliminam a probabilidade de erros.

Leia também 6 dicas para um fluxo de caixa eficaz para potencializar os ganhos do seu negócio!

3. Deixar de fazer o balanço patrimonial

O balanço patrimonial de um negócio é o grande responsável por demonstrar e apresentar a posição contábil e financeira da empresa. Deixar de fazer o levantamento do patrimônio pode levar a dados incorretos e prejudicar as contas. Por isso, os gerentes não devem deixar em hipótese nenhuma de conhecer todo o patrimônio da empresa e saber o que ele representa no balanço.

Estar com a comunicação próxima com a área contábil da empresa é muito importante neste momento, para obtenção das informações do balanço e esclarecimentos necessários para as tomadas de decisão.

4. Não contar com um sistema de gestão

Por último, vale ressaltar este erro crucial para o desempenho e para o crescimento da empresa: a falta de um software de gestão. O uso de uma plataforma ou um sistema é essencial para controlar todas as contas e o fluxo de caixa. Além de possibilitar que os gerentes monitorem as movimentações financeiras, auxilia também no cadastro e no controle de clientes e diversas outras informações.

Utilizando um sistema de gestão a empresa elimina as contas erradas e evita que os gerentes tomem decisões equivocadas. Um software reduz o retrabalho e garante a precisão das informações da empresa.

Aprendeu quais são os maiores erros cometidos na gestão financeira de empresas? Agora que você já sabe como evitá-los, não deixe de curtir a página da Asplan no Facebook e fique por dentro das melhores soluções para o seu negócio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *