Como lidar com a nuvem colaborativa - Asplan Sistemas

Como lidar com a nuvem colaborativa

Um dos mais crescentes casos de uso de armazenamento em nuvem é para
colaboração e compartilhamento de documentos. A ideia de ter dados
disponíveis em qualquer dispositivo, a qualquer momento, é muito
atraente, assim como a habilidade de compartilhar dados entre dois
usuários independentemente do tipo de dispositivo. Enquanto isso parece
um sonho para o usuário, é um verdadeiro pesadelo para gerentes de
armazenamento.

Mais uma vez, o papel do gestor de storage tem de mudar conforme o
armazenamento em nuvem abraça novos usuários. Diferente dos casos de uso
como backup e armazenamento primário, que já discutimos, a colaboração é
particularmente desafiadora, já que os gerentes precisam se equilibrar
entre responsabilidade corporativa e flexibilidade de usuário. Como
falamos no recente artigo “Collaborating on the Consumer Cloud vs. the Enterprise Cloud
muitos usuários não esperam que a TI entregue esse serviço, eles se
viram sozinhos. O problema é que muitos desses sistemas para
consumidores oferecem segurança limitada e nenhum controle de acesso.

O gerente de armazenamento precisa buscar soluções que tenham
flexibilidade para alavancar suas próprias qualidades de armazenamento e
as qualidades da nuvem pública. Eles precisam garantir o controle do
que será compartilhado interna e externamente. Mais importante, precisam
ser capazes de remover usuários e revogar o acesso aos dados se o
dispositivo do usuário for perdido/roubado ou se o funcionário é
demitido.

Outra preocupação é garantir que a transferência de dados entre
dispositivos seja segura. Alguns sistemas para consumidor oferecem
segurança extremamente fraca considerando que os dados são transferidos
para nuvem pública. O ideal seria que os dados fossem criptografados
enquanto são transferidos e armazenados – tanto na instalação de
armazenamento em nuvem quanto no dispositivo do usuário.

Um grande desafio para o gerente de armazenamento ao lidar com a
nuvem colaborativa são as expectativas de gerenciamento. Isso é verdade,
especialmente, se o usuário começou utilizando uma oferta ao
consumidor. Por mais que as ofertas corporativas sejam excelentes, podem
ser um pouco mais desafiadoras do que as equivalentes para consumidor.
Um bom exemplo é quando a segurança é aumentada via criptografia, o que
pode reduzir a velocidade na transferência, assim como mudar a forma
como o usuário interage com todo o sistema. Funcionários precisam
compreender que esses pequenos passos extras são necessários para
garantir a proteção da propriedade corporativa.

Assim como outros aspectos do armazenamento em nuvem, a habilidade
mais importante do gerente de armazenamento que lida com a nuvem
colaborativa é gerenciamento de dados. é preciso saber quais dados devem
ser compartilhados, com quem e por quanto tempo. E eles vão precisar de
software ou serviços que os permitam gerenciar tais exigências.

*George Crump é analista da Storage
Switzerland, uma empresa de análise de TI focada no segmento de
armazenamento e virtualização.

Fonte: http://informationweek.itweb.com.br/3605/como-lidar-com-a-nuvem-colaborativa/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *