Consumidor paga a conta da guerra do ICMS no comércio eletrônico - Asplan Sistemas

Consumidor paga a conta da guerra do ICMS no comércio eletrônico

Em
entrevista à CDTV, do Convergência Digital, durante o E-Merging
Markets, evento que debate a cadeia do e-commerce nos países do BRICs e
na América Latina, realizado em São Paulo, o presidente da Câmara-e-net,
Ludovino Lopes, descarta crise de confiança no comércio eletrônico
brasileiro, em função do incremento das reclamações contra o varejo
online nos órgãos de Defesa do Consumidor.

Segundo Lopes, a
movimentação dos consumidores prova que a venda online está amadurecendo
e exigindo novas etapas no relacionamento da cadeia. Uma das medidas já
adotadas pela camara-e-net, observa ainda o executivo, é a redação de
cartilhas com código de conduta e de boas práticas. A entidade também se
compromete a certificar os bons participantes do e-commerce no país.

Com
relação à cobrança diferenciada do ICMS – um embate que está na justiça
e não consegue ter um acerto no Confaz – o presidente da câmara-e-net é
direto. “A conta quem paga é o consumidor. Se o negócio é bitributado
duas vezes, o repasse é feito para o cliente”, destaca .

E ao
pregar maior respeito ao cliente, Ludovino Lopes diz que para evitar
aborrecimentos no Natal, principal período de compras online – onde há
crescimento de 30% a 40% nos pedidos – a camara-e-net, por meio dos seus
associados, vai promover a partir da próxima semana, o Denota Web,
com promoções e estímulos para a antecipação das compras de final de
ano.

“O comércio eletrônico requer todo uma cadeia e se podemos
trabalhar para evitarmos problemas. Temos que fazer isso”, detalha.
Acompanhe a entrevista de Ludovino Lopes, à CDTV, do Convergência
Digital.




Fonte: http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=28519&sid=4

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *