Ministério cria empresa para estimular inovação tecnológica na indústria - Asplan Sistemas

Ministério cria empresa para estimular inovação tecnológica na indústria

O Embrapii terá recursos do governo, centros de pesquisa e corporações. O objetivo e atender, principalmente, pequenas e médias empresas

Nesta quarta-feira (3/8), o Ministério da Ciência e Tecnologia e a CNI
(Confederação Nacional da Indústria) assinaram um memorando de intenções
para criar uma empresa privada, destinada a estimular a inovação
tecnológica na indústria brasileira. A ideia inicial é que o órgão siga
os moldes da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias),
por conta disso, foi batizado de Embrapii (Empresa Brasileira de
Pesquisa e Inovação Industrial).

O objetivo da empresa, segundo
comunicado da CNI, será promover parcerias e credenciar instituições de
pesquisa e tecnologia, com o intuito de criar centros voltados a
desenvolver projetos inovadores.

Os recursos da Embrapii serão
formados por dinheiro fornecido pelo governo, centros de pesquisa  e
corporações. O principal objetivo, de acordo com o ministro da Ciência e
Tecnologia, Aloizio Mercadante, é atender, principalmente, pequenas e
médias empresas.

Um dos modelos seguidos pela Embrapii é o do
Instituto Fraunhofer, da Alemanha, que mantém parcerias com mais de 60
instituições de pesquisa tecnológica, formando uma das maiores redes de
inovação do mundo.

No caso da empresa brasileira, a princípio, a
entidade terá parcerias com três instituições de tecnologia: o Serviço
Nacional de Aprendizagem Industrial da Bahia (SENAI-Cimatec), o
Instituto de Pesquisa Tecnológica (IPT) e o Instituto Nacional de
Tecnologia (INT). Mas a proposta é ampliar essa rede para 30 entidades.

Vale destacar que, em entrevista ao Olhar Digital sobre a nova política industrial
anunciada na terça-feira (2/8) –, Alcides Leite, professor de economia
da Trevisan Escola de Negócios, destacou que um dos pontos fundamentais
para estimular a inovação na indústria brasileira é promover a
cooperação entre governo, instituições de ensino, centros de pesquisa e
empresas. O que parece ser uma das bases do Embrapii.
 
Além da
criação do Embrapii, Mercadante anunciou ainda que o nome da sua pasta
(até então, Ministério da Ciência e Tecnologia) passa a ser Ministério
da Ciência, Tecnologia e Inovação. Segundo ele, a mudança foi proposta
pela presidente da República, Dilma Rousseff.

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/negocios/digital_news/noticias/ministerio_cria_empresa_para_estimular_inovacao_tecnologica_na_industria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *