Auditoria Fiscal

Saiba como se preparar para uma auditoria fiscal!

A auditoria fiscal é um processo que visa a análise, a verificação e a correção de possíveis irregularidades fiscais e tributárias de uma organização. Nela, o auditor deve comparar as declarações e pagamentos de tributos com as finanças da empresa auditada para comprovar se todas as obrigações legais estão em ordem.

Portanto, neste artigo, você saberá como se organizar para cumprir todas as solicitações do fiscal. Boa leitura!

Qual a importância da auditoria fiscal?

A auditoria fiscal é importante pois oferece um grande benefício, para o qual alguns gestores acabam não notando. Isso porque, ao coordenar o bom andamento dos procedimentos previstos em lei, ela também pode encontrar e recuperar impostos pagos em valores maiores ou indevidamente.

Quanto antes você solicitar a auditoria, menos riscos terá de pagar multas. Lembrando que o valor delas são altos e podem variar entre 10% e 100% da operação. Fora que você garantirá mais segurança e tranquilidade para a gestão contábil e financeira da sua empresa. Confira abaixo como se preparar para esse processo:

Separe os documentos necessários

Muitos são os documentos fiscais que podem ser solicitados em uma auditoria. Os que não podem faltar são:

  • notas fiscais de entrada emitidas pela empresa;
  • notas fiscais de entrada de fornecedores;
  • notas fiscais de saídas;
  • livros fiscais, como registros de impressão de Documentos Fiscais, inventário, apuração de IPI, ICMS e LALUR (Livro de Apuração de Lucro Real);
  • guias de ICMS, PIS, IOF, IRPF, IPVA, IPTU;
  • entre outros.

São muitos anos de papelada que devem ser arquivadas, porém essas informações podem se perder facilmente, principalmente se sua empresa não for informatizada, o que pode causar grandes prejuízos.

Para evitar maiores dificuldades, use e abuse da tecnologia. Implantar um sistema de emissão de notas fiscais ou um ERP integrado (a melhor opção) é essencial para garantir que as notas estejam em ordem.

Powered by Rock Convert

Alguns softwares desse tipo também disponibilizam funcionalidades relevantes, como a pré-auditoria automática, que comprova se as informações levantadas estão corretas. Essa inspeção pode ser feita sempre que você quiser, mas é importante criar o costume de fazê-la habitualmente para garantir que os auditados fiquem mais seguros na hora da fiscalização.

Entenda as obrigações legais da empresa

Conhecer a legislação que rege o seu ramo de atuação é um requisito muito importante para melhorar suas estratégias de gestão fiscal. Muitos empresários/gestores contam somente com o conhecimento de um contador e não procuram investir seu tempo em um conhecimento especializado em obrigações legais, tributárias e fiscais do seu negócio.

Essa falta de interesse pode comprometer as finanças da empresa. Por isso, é fundamental atentar-se às leis aplicáveis ao seu segmento de mercado, bem como conhecer quais são seus direitos e deveres perante os tributos das esferas municipal, estadual e federal.

Escolha ou contrate profissionais capacitados

Tenha profissionais preparados e que conheçam toda a legislação que versa sobre a auditoria. O mais apropriado é contar com um único profissional para atender e conceder todos os dados e informações solicitadas pelo auditor-fiscal.

Isso garante um processo mais assertivo e diminui o risco de que sejam apresentados fatos divergentes ou esclarecimentos contraditórios, por exemplo.

Com as informações abordadas neste artigo, esperamos que você consiga preparar sua empresa para uma auditoria fiscal. Basta colocar esses procedimentos em prática e aliar-se à tecnologia para obter sucesso nessa empreitada.

Gostou deste post? Então, compartilhe-o com seus amigos nas redes sociais para que eles também saibam como proceder em uma auditoria!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *