6 Dias Para Otimizar A Gestão Do Fluxo De Caixa

6 dicas para otimizar a gestão do fluxo de caixa

A gestão do fluxo de caixa é uma das responsabilidades mais importantes do gestor. Sem um bom planejamento estratégico e ferramentas que oferecem suporte à tomada de decisões, a saúde financeira da empresa corre sérios riscos, visto que não há como acompanhar o desempenho financeiro da organização por meio de parâmetros confiáveis. Por isso, vale a pena seguir algumas dicas para otimizar a gestão de fluxo de caixa na sua empresa.

E a partir de um gerenciamento eficiente é possível descobrir gargalos e pontos de melhoria, eliminar despesas desnecessárias, reduzir custos, aumentar a produtividade, cumprir com as obrigações fiscais, evitar multas e penalidades, entre muitos outros benefícios.

Preparamos este conteúdo para você conferir uma série de dicas úteis para otimizar a gestão de fluxo de caixa e garantir a boa saúde financeira do seu negócio. Continue a leitura do artigo para saber mais sobre o assunto!

1. Faça um planejamento financeiro

O primeiro passo para que o estabelecimento garanta a sua sobrevivência no longo prazo é estruturar um bom planejamento financeiro. Com base em estratégias de melhorias bem fundamentadas, é possível manter o negócio ativo e aumentar a rentabilidade do caixa.

Uma dica básica para organizar esse planejamento é começar separando as informações relativas ao fluxo de caixa de forma categorizada. Um bom exemplo é fazer uma lista com as despesas e receitas, destacando informações como:

  • contas fixas — eletricidade, água, internet etc.;
  • lucros mensais;
  • pagamento dos funcionários;
  • reposição de estoque;
  • faturamento mensal;
  • manutenções em geral.

Assim, o gestor terá uma perspectiva muito mais abrangente a respeito das entradas e saídas de recursos financeiros, podendo revisar os dados com transparência e facilidade, além de analisar as possibilidades de novos investimentos ou de economias necessárias.

2. Organize as despesas e receitas por períodos

Uma prática que se deve ser constante para que a gestão do fluxo de caixa seja otimizada é registrar as informações pertinentes às receitas e despesas com base nos períodos cujos lançamentos serão acompanhados. O mais utilizado é o período mensal.

O primeiro passo é identificar o saldo inicial da companhia no momento atual. Feito isso, vale classificar as transações em diferentes categorias, como foi exemplificado no tópico anterior. O objetivo é identificar a procedência de cada movimentação, pois quanto mais detalhada e organizada é a gestão do fluxo de caixa, maior será o controle sobre as finanças.

Dessa forma, é possível projetar as receitas com muito mais precisão, visto que o gestor tem uma visibilidade clara acerca das vendas à vista ou a prazo, das despesas com manutenção, locação do imóvel comercial, materiais de escritório, impostos, e de todos os tipos de movimentações que envolvem o funcionamento da empresa.

3. Faça o gerenciamento de estoque

A gestão do estoque é um dos pontos que mais exige atenção do gestor, pois qualquer excesso representa prejuízo. Se os materiais ou produtos estiverem sobrando, por exemplo, isso significa que a empresa não vendeu o suficiente ou adquiriu mais do que o necessário para suprir a demanda; se faltarem recursos, a companhia perderá vendas.

O ideal, nesse sentido, é contar com um bom software de gestão financeira, visto que esse tipo de tecnologia oferece uma grande variedade de funções que dão suporte a todo tipo de necessidade da organização, incluindo o controle e o gerenciamento de estoque. Assim, a empresa evita a falta de itens e desperdiça recursos com compras desnecessárias.

4. Realize uma análise de crédito

Uma venda só pode ser considerada concretizada a partir do momento em que o pagamento do cliente é confirmado. Caso contrário, a empresa ainda estará com o saldo negativo.

É fundamental que a análise de crédito faça parte da gestão do fluxo de caixa, pois é por meio dela que o gestor consegue visualizar a capacidade de pagamento de determinados consumidores. Não basta ter um bom índice de vendas se a empresa não tiver certeza de que receberá por elas.

5. Faça projeções realistas

Um dos motivos que leva muitas empresas a entrarem em situações financeiras complicadas é a falta de realismo na hora de fazer projeções orçamentárias. O gestor compromete a saúde do negócio quando idealiza previsões de maneira excessiva, tanto em termos de despesas quanto de receita.

A otimização do fluxo de caixa permite que você se concentre nos dados e faça uma pesquisa adequada a respeito das estratégias que arquitetou e possíveis cenários futuros, sem superestimar ou subestimar números e cálculos.

Com o fluxo de caixa bem organizado, o negócio usufruirá de muito mais estabilidade no mercado, garantindo uma excelente saúde financeira. Dessa forma, poderá se destacar de forma sóbria e sustentável.

6. Conte com o auxílio da tecnologia

Para finalizarmos, vale destacar que uma das medidas mais adotadas pelas empresas modernas quando se trata de otimizar a gestão do fluxo de caixa é a contratação de serviços e ferramentas tecnológicas com funcionalidades que atendam às demandas contábeis do negócio.

O software da Asplan, por exemplo, oferece uma grande variedade de recursos desenvolvidos especificamente para a gestão financeira da empresa. O ERP pode ser integrado aos sistemas já utilizados na empresa, reunindo os dados de todos os departamentos em um único ambiente virtual.

Entre as funções que a plataforma oferece, podemos citar:

Além dessas, existem muitas outras funcionalidades cruciais. Assim, a companhia terá mais segurança e agilidade na hora de gerenciar o fluxo de caixa.

Como você pôde acompanhar neste conteúdo, a gestão do fluxo de caixa abrange uma vasta gama de responsabilidades e atividades complexas e burocráticas, mas existem medidas que podem tornar esses processos muito mais simples e eficientes. O uso da tecnologia pode oferecer todo o suporte necessário tanto às tomada de decisões quanto a todas as questões relativas à contabilidade da empresa.

Agora com essas dicas para otimizar a gestão de fluxo de caixa, que tal conhecer as soluções inovadoras que o software da Asplan pode oferecer para suprir as necessidades contábeis da sua empresa? Entre em contato com a nossa equipe para que possamos ajudar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.