Marketing Contábil

Saiba as principais estratégias para o marketing contábil!

Em um mundo globalizado, as empresas predominantes em seus nichos de atuação no mercado são aquelas que sabem como se posicionar de acordo com as mudanças no comportamento de consumo. Nesse contexto, apostar em estratégias de marketing contábil não é um diferencial competitivo, mas sim, uma necessidade de sobrevivência.

Por mais úteis que sejam os serviços prestados por um escritório de contabilidade, o fato é que, se não houver ações para promover sua empresa nas mídias adequadas, os clientes podem se deparar com seus concorrentes primeiro. Afinal, garantir presença no ambiente virtual é um pré-requisito nos dias atuais.

Conseguimos despertar seu interesse pelo assunto? Então, continue acompanhando a leitura do post para saber o que é marketing contábil, por que ele é importante e quais as principais estratégias para colocar em prática!

O que é marketing contábil?

Trata-se do conjunto de ações, esforços e medidas para promover os serviços de uma empresa de contabilidade, visando aumentar as vendas e otimizar a lucratividade do negócio. Ou seja, é a união de cada processo envolvido com o objetivo de ampliar a atuação do escritório em sua área.

Quando desenvolvido com eficiência, o marketing contábil é capaz de proporcionar mais visibilidade e credibilidade para a marca, pela perspectiva do público-alvo. Além disso, ajuda a consolidá-la em uma posição favorável frente à concorrência.

As estratégias que integram esse tipo de publicidade envolvem três aspectos importantes: criação de conteúdo, comunicação com o cliente potencial e entrega de valor.

A parte conceitual do escritório está ligada à criação. Ou seja, ações que estimulem os sentidos dos consumidores para que vínculos emocionais sejam criados com a marca. Artigos informativos, cores, imagens e ideias inovadoras.

Quanto à comunicação, trata-se do uso das plataformas para que sua empresa de contabilidade se torne visível e disponível para os clientes. Por exemplo: campanhas publicitárias nas redes sociais, marketing de conteúdo para nutrir os leads com informações para que eles entendam como sua empresa pode ajudá-los, entre outras.

Por fim, a entrega de valor é que o consumidor receberá após fechar negócio com você e perceber que, de fato, sua marca se sobressai perante as demais que competem no setor.

Por que ele é importante?

Como foi dito na introdução, quando se fala em marketing contábil, é preciso compreender que na era da informação digitalizada, em que as mudanças nos hábitos de consumo evoluem todos os dias, é preciso transcender os meios de comunicação.

Em outras palavras, se seu escritório de contabilidade quiser competir com outras empresas e garantir vendas, precisa pensar em métodos para gerar visibilidade e se mostrar como uma autoridade no assunto.

Quais são as melhores estratégias de marketing contábil para aplicar?

Agora que você já compreende melhor o que é marketing contábil, mostraremos algumas boas práticas para colocar o planejamento em prática, otimizando o potencial de alcance de seu negócio.

Captação de leads

Produzir conteúdo relevante e de qualidade para seus clientes potenciais é o primeiro passo em uma estratégia de marketing para contabilidade. Contudo, não é o suficiente. É preciso, também, planejar onde o material será veiculado e, é claro, quais medidas o prospect deve realizar. Captação de leads é o termo que utilizamos para isso em marketing digital.

Ao oferecer conteúdos exclusivos e atrair o prospect, a ponto de ele fornecer suas informações de contato, ele se transforma em um lead. Agora, você tem dados sobre o perfil de pessoas que se interessam por seus serviços, o que é um grande passo em direção ao sucesso, pois ele poderá receber materiais mais segmentados.

Uso de Adwords

Sabe aqueles links patrocinados, que aparecem na parte superior do Google quando você faz uma pesquisa? Pois bem, eles só estão ali porque alguma empresa investiu em uma estratégia de Adwords. Isto é, marcas que estão disputando pela melhor posição no mecanismo de pesquisa a ponto de pagar por cliques dos usuários.

Ao mesmo tempo que é um procedimento simples, existem suas complexidades, já que uma ação no Adwords envolve diversos fatores para que seja bem-sucedida. Não é por coincidência que existem agências especializadas em marketing focado em campanhas virtuais.

Em princípio, você precisa entender que a prioridade, aqui, é ter o perfil de cliente ideal, ou seja o lead que será atraído pelo Adwords. Em geral, não é o mesmo que chegou até seu site por meio do Facebook, por exemplo.

Afinal, quem pesquisa pelo Google já tem alguma noção sobre sua necessidade e está procurando por uma solução. Sendo assim, as estratégias nessa plataforma podem ser mais direcionadas à dor do lead e de que forma seu serviço de contabilidade pode ajudá-lo.

Segmentação de nicho

Por fim, mas não menos importante, é preciso destacar que aquela velha tática de “atirar para todos os lados”, muito utilizada na era pré-internet, não é eficiente. Hoje em dia, graças aos avanços dos profissionais de marketing em entender as mudanças comportamentais afetadas pela facilidade que a tecnologia traz à sociedade, sabemos que o foco deve estar na segmentação de nicho.

Invista seus esforços e recursos destinados ao marketing contábil em se especializar sobre as necessidades e características mais relevantes sobre o público-alvo de seu negócio. Estamos falando em definir personas, para que sejam criados conteúdos sob medida para quem realmente tem chance de vir a se tornar um cliente.

Quanto mais detalhes você tiver sobre os seus consumidores potenciais, mais fácil será elaborar estratégias para otimizar seu marketing contábil e torná-lo eficiente e menos oneroso. Em outras palavras, você conseguirá mais resultados gastando menos, se trabalhar com a segmentação de nicho.

Como você pôde conferir neste material, marketing contábil é um conjunto de estratégias que podem aumentar o potencial de alcance do público de seu escritório de contabilidade, além de posicioná-lo de forma mais competitiva frente à concorrência. Não aderir a esse conceito pode levar seu negócio a se tornar obsoleto pela perspectiva do consumidor.

Gostou das informações que abordamos neste post? Então, que tal seguir a nossa página no Facebook para acompanhar todos os artigos e conteúdos interessantes que postamos constantemente?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *