Segurança Financeira

Afinal, qual é a importância da segurança financeira? Entenda!

Qual é o gestor empresarial que não sonha com a segurança financeira do negócio, não é verdade? Tranquilidade em relação ao pagamento dos salários dos funcionários e dos custos operacionais e, ainda, garantia de sobrevivência da empresa, mesmo em meio a cenários econômicos caóticos, são objetivos muito estimados.

Para isso, é importante aplicar boas práticas de gestão na empresa. Entre elas, acompanhar as tendências e acontecimentos relevantes em seu mercado de atuação, usar tecnologias que automatizem as questões tributárias e contábeis da organização, e outras estratégias essenciais.

Por isso, preparamos este post para que você entenda o que é segurança financeira, qual a sua importância e como alcançar esse objetivo tão desejado. Continue a leitura do artigo para saber mais sobre o assunto!

O que é segurança financeira?

Nos últimos anos, a segurança financeira no meio corporativo se tornou uma das pautas de maior importância, especialmente, devido às crises econômicas que afetaram países do mundo todo. Porém, por falta de conhecimento ou negligência, não são todos os gestores que pensam a longo prazo e procuram tomar medidas para antecipar riscos e proteger o negócio.

Dado o contexto, podemos afirmar que a segurança financeira de uma empresa é um conjunto de estratégias, ferramentas e ações cuja finalidade é garantir a sua sobrevivência no mercado, mesmo diante de fatores como acontecimentos políticos e socioeconômicos de grande escala. Por exemplo, a pandemia de Covid-19, que levou organizações dos mais diversos portes e segmentos a fecharem as portas.

Boas práticas de gestão podem proporcionar a tão sonhada segurança financeira. Assim, evitar que a empresa se encontre em situação de endividamento, acumulando juros de dívidas de longo tempo devido à falta de recursos de reserva, de tecnologias que deem suporte ao gerenciamento contábil e, é claro, de um planejamento financeiro bem estruturado.

Qual a importância da segurança financeira?

A transformação digital se mostrou como uma verdadeira aliada das empresas no enfrentamento dos efeitos da pandemia de Covid-19, sendo uma alternativa muito viável para manter os negócios funcionando, mesmo com as medidas de distanciamento social.

No entanto, a segurança financeira nunca foi tão valorizada nas organizações como no momento em que o mercado se encontra, isto é, um cenário otimista devido ao progresso do enfrentamento de Covid-19 e a retomada do comércio. Porém, muitas empresas têm sentido, agora, os impactos de tantos meses de incerteza.

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que o mundo passa por um panorama econômico delicado. Apenas nas últimas duas décadas, passamos pela Crise Global de 2008 e a Recessão Econômica de 2015 (considerada a pior, desde os anos 1990).

Em outras palavras, momentos de incerteza na economia sempre aconteceram e continuarão. A segurança financeira, nesse sentido, é importante porque pode abranger uma série de práticas para proteger os negócios dos efeitos de fatores externos, ou seja, situações que fogem do controle do gestor, por mais qualificado e experiente que ele seja.

Como alcançar uma boa segurança financeira?

Agora que você já entende o que é segurança financeira e por que é tão importante garanti-la em sua empresa, mostraremos uma série de estratégias que podem ser colocadas em prática para alcançá-la.

Separe a conta pessoal da empresarial

Pode parecer óbvio, mas não são poucos gestores que cometem o grande erro de negligenciar o controle financeiro de seus negócios, ao misturar as contas pessoais com as da organização. Esse é um equívoco muito comum, especialmente, em pequenas e médias companhias, mas que traz grandes complicações.

A primeira delas está no fato de que, sem uma distinção de contas, o controle de gastos se torna uma tarefa praticamente impossível. Afinal, o gestor não conseguirá diferenciar (no extrato) quais são os custos operacionais da empresa.

Além disso, esse erro coloca a segurança financeira da organização em risco, já que outras pessoas terão acesso aos dados bancários do gestor, o que também não é nada profissional aos olhos dos colaboradores. Sem mencionar os problemas com a Receita Federal que isso pode gerar, devido à ineficiência da gestão tributária.

Diversifique a carteira de clientes

Construir uma base de clientes fiéis é uma tarefa que exige muito investimento e dedicação de tempo e energia. Por isso, você deve dar uma atenção especial aos consumidores que já têm uma relação de longa data com a sua empresa.

Porém, uma lição que as crises econômicas ensinaram para os gestores é que até mesmo as relações comerciais mais sólidas podem ser comprometidas, quando menos se espera. Isso significa que “apostar todas as suas fichas em um cavalo só”, como diz o ditado, é uma estratégia que não garante a segurança financeira.

Dito isso, uma ideia interessante para minimizar riscos, como a perda inesperada de clientes fiéis e cenários econômicos delicados, é diversificar os negócios. Pode ser apostando em novos nichos do mercado, expandindo a sua base de consumidores ou, simplesmente, lançando novas propostas de produtos ou serviços.

Essa tática evitará que mudanças repentinas comprometam a situação financeira da empresa. Isso porque a organização não estará sustentada em uma única fonte de renda, mas sim, em uma carteira diversificada de clientes e negócios.

Aposte em tecnologia

A tecnologia tem sido uma verdadeira aliada das empresas no enfrentamento de fatores que ameaçam a saúde e a segurança financeira. Uma solução integrada para a gestão econômica oferece uma grande variedade de recursos capazes de promover os resultados do negócio, como:

Há muitas outras ferramentas essenciais para garantir a segurança financeira de qualquer organização, independentemente do quão complexo e desafiador seja o cenário econômico.

Como você pôde conferir, a segurança financeira abrange a uma série de práticas de gerenciamento das finanças, controle,  redução de custos operacionais, uso de tecnologia e a constante atenção aos fatores externos que possam comprometer a lucratividade do negócio.

Agora que você já entende a importância de garantir a segurança financeira da empresa, e como a tecnologia pode ajudar a alcançar esse objetivo, aproveite para entrar em contato com a Asplan e conhecer soluções inovadoras para a gestão econômica e contábil de seu negócio!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *