5 Dicas Para Uma Boa Gestão De Contas A Pagar

Como fazer uma boa gestão de contas a pagar? 5 dicas

Você saberá agora 5 dicas para fazer uma correta gestão de contas a pagar e irá descobrir uma maneira de controlar as finanças para manter sua empresa com boa imagem no mercado. Honrar os compromissos com fornecedores de produtos e serviços é essencial para todo tipo de empreendimento.

Manter as finanças em dia evita prejuízos, como o pagamento de juros, de taxas e anotações do CNPJ em instituições de proteção ao crédito. Isso dificulta a obtenção de financiamentos para o crescimento e desenvolvimento da companhia.

Elaboramos este artigo com cinco das principais dicas para uma eficiente gestão de contas a pagar. Aproveite todas elas e obtenha sucesso em seu negócio!

1. Mantenha o fluxo de caixa atualizado

O fluxo de caixa é o movimento de todo o dinheiro das negociações da empresa. Para a correta gestão de contas a pagar, devem ser anotados todos os valores que entram e que saem do empreendimento.

Salientamos que, por menores que sejam as vendas ou as obrigações a serem pagas, elas não podem deixar de ser lançadas. A somatória de pequenos valores no final de períodos de meses ou anos podem se transformar em grandes erros e prejuízos se os devidos cuidados não forem tomados.

2. Antecipe os seus recebimentos

Crie mecanismos que facilitem os recebimentos. Essa é uma estratégia eficiente para sempre ter dinheiro em caixa. Para tanto, ofereça descontos ou benefícios aos clientes que anteciparem os pagamentos.

Esse é um diferencial que, além de manter o caixa abastecido, incentiva os consumidores a optarem pelos seus produtos ou serviços. Por menores que sejam os descontos, é uma vantagem para o cliente sentir que pagou menos naquela negociação.

3. Tenha um plano estratégico

O plano estratégico nada mais é do que um projeto que deve demonstrar quais são os objetivos do seu empreendimento. Todas as empresas precisam de planejamento para conquistar o sucesso.

Um plano estratégico deve conter objetivos de curto e de longo prazo. Ele deve ser elaborado e acompanhado regularmente, de forma que a gestão saiba se os propósitos estão sendo atendidos — sejam as metas financeiras, sejam as de produção.

4. Evite atrasar o pagamento de dívidas

As taxas e os juros cobrados nos atrasos de seus compromissos financeiros são muitos maiores que os lucros ou ganhos nos seus investimentos, portanto, são considerados prejuízos para a empresa.

Caso você perceba que não conseguirá honrar com algum compromisso, contate o fornecedor antes do vencimento. Em muitas situações é possível renegociar o prazo de pagamento e até mesmo as taxas cobradas pelos atrasos.

5. Adquira um software de gestão de contas a pagar

As planilhas eletrônicas disponíveis em aplicativos e sistemas operacionais são úteis, mas qualquer erro de fórmula ou manipulação pode gerar prejuízos. O mercado disponibiliza softwares confiáveis e específicos para a gestão financeira.

Os softwares de gestão financeira são testados e elaborados com a ajuda de profissionais de contabilidade. Destacamos o sistema da Asplan, que oferece soluções há mais de 30 anos em todos os ramos de negócio do mercado.

Essas são as nossas dicas de gestão de contas a pagar. Nelas, você pôde observar que o segredo é ter controle de tudo e fazer um planejamento. Mesmo que você não seja especialista em finanças, poderá contar com os softwares da área contábil. Recomendamos a contratação de aplicativos de empresas especializadas e estabelecidas no mercado.

Gostou do assunto? Se precisar de mais informações, entre em contato conosco!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.