Faça Um Planejamento Financeiro Eficiente Para Sua PME

Faça um planejamento financeiro eficiente para sua PME

É sabido que empreender engloba diversos desafios. Nenhuma organização consegue crescer se não tiver condições de financiar suas operações. É por esse motivo que um bom planejamento financeiro para PMEs é essencial para o sucesso de qualquer organização.

O planejamento financeiro, quando bem utilizado, auxilia o empreendedor a determinar as metas financeiras de curto e longo prazo que serão utilizadas para atingir os objetivos do seu negócio. Além disso, ajuda como base para a tomada de decisões para continuar no caminho certo.

Mesmo sabendo que se trata de um fator primordial para o crescimento das empresas, muitas vezes os empresários não levam o planejamento financeiro em conta. Mas, se você quer fazer diferente e deseja conhecer algumas ações que podem trazer ótimos resultados, acompanhe nosso artigo!

Conheça os custos da empresa

Uma má administração do dinheiro e a falta de recursos financeiros estão entre os motivos que levam as organizações a fecharem suas portas logo nos primeiros anos de existência. Por isso, é muito importante que você entenda melhor o processo produtivo da sua empresa, seja ele relacionado à prestação de um serviço ou a um produto. É necessário saber quais são os recursos consumidos e o valor utilizado para produzir ou prestar um serviço.

A determinação desses valores é primordial para que a precificação seja feita corretamente. Caso contrário, prejudica de maneira direta as suas finanças, visto que um serviço ou produto com preço determinado erroneamente pode causar alguns prejuízos. Obviamente, precificar não é uma tarefa fácil. Porém, é necessário entender o processo ao examiná-lo por partes.

A estrutura primordial de um sistema de custos é formada por alguns itens, como modalidade de custeio, sistema de custeio e sistema de acumulação de custos. Isso também deve estar presente em seu planejamento, pois é uma forma de saber quanto é possível ganhar.

O gestor deve definir qual será o seu sistema de produção — encomenda ou por encomenda — que norteará a maneira como será feita a acumulação de custos. Dessa forma, será possível decidir o sistema de custeio e, em seguida, como será realizado o custeio, por variável ou absorção.

Identifique riscos e oportunidades

Conhecer minuciosamente as finanças da sua organização permite apontar riscos e oportunidades com mais precisão e agilidade. Ter acesso às informações detalhadas de inadimplências e do fluxo de caixa são essenciais para arcar com novos custos e investir no crescimento do seu negócio.

Existem riscos constantes, como despesas sempre crescentes ou inadimplência fora de controle, e tais ameaças devem ser estruturadas rapidamente. Serviços ou produtos que apresentam um bom retorno sobre investimento e uma boa aceitação pelo mercado precisam ter um bom investimento para que consigam um crescimento mais acelerado.

Powered by Rock Convert

Por mais que sejam muito comuns, situações como essas só são percebidas quando se tem informações bem claras para realizar a análise. Algo que será determinante na eficiência da resposta para cada situação será a sua capacidade de reconhecer rapidamente os riscos e oportunidades.

Utilize ferramentas financeiras

Para que se tenha um bom planejamento financeiro para PMEs é necessário ter dados precisos de toda movimentação já feita e da que é esperada para os próximos meses, ou até mesmo anos. Aderir soluções que auxiliem na gestão e análise desses dados é muito importante para realizar um planejamento bem-sucedido.

Não se esqueça de que ter controle sobre as finanças da empresa possibilita nortear as próximas etapas que serão dadas. Existem algumas ferramentas essenciais para controlar e planejar o crescimento da sua organização:

  • gestão e automação de cobranças: uma ferramenta eficaz para automação e gestão de cobranças é essencial para ter a inadimplência sob controle. A solução dificulta certos problemas oriundos do crescimento do número de clientes;
  • fluxo de caixa: obter uma visão mais nítida de como o caixa da empresa se apresenta com o passar do tempo é muito importante. Dessa forma, você pode detectar como está a saúde financeira da organização, conduzir o capital de giro e planejar cortes de custos ou mais investimentos. Em grande parte dos sistemas de gestão financeira essa ferramenta pode ser encontrada;
  • gestão de contas a pagar: é essencial acompanhar minuciosamente as despesas e custos da empresa, a fim de saber onde cortar os desnecessários;
  • precificação: a sustentabilidade e o crescimento da sua empresa estão ligados de forma direta a quanto se ganha pelos produtos ou serviços. É preciso compreender bem o valor que entrega a seus clientes, o quanto isso vai custar e também a margem que você precisa para crescer de maneira sustentável, a fim de manter o equilíbrio.

Defina metas

É necessário ter resultados positivos no caixa da empresa, para que haja sucesso no planejamento financeiro. Mas você sabe o que fazer para conseguir isso? A resposta é simples: utilizando meios de controle financeiro. Você pode começar não misturando recursos pessoais com o que é da empresa. Busque também adotar uma planilha de controle de despesas ou então utilize um sistema de gestão on-line.

Um gestor que deseja crescer deve acrescentar algumas tarefas na rotina da organização, como verificar recebimentos, realizar o fluxo de caixa, pagar contas e gerar relatórios. Dessa forma, quando você tiver mais controle sobre as finanças do seu negócio, conseguirá propor metas, ter uma visão mais detalhada da realidade do caixa e projetar seu comportamento futuramente.

Utilize o ERP 360

O ERP 360 foi desenvolvido principalmente para PMEs em expansão, mas que não tem o montante necessário para investir em altas aplicações de gestão. Ele visa também acabar com a tramitação de papel e é uma plataforma inteligente para organizações que precisam de uma solução concreta para otimizar a eficiência operacional, com utilização e retorno de investimentos a curto prazo e sem haver necessidade de customização.

Tudo vai funcionar no modelo SaaS (software as a service) e com baixo custo de aquisição. O cliente paga somente pela utilização da solução. Isso possibilitará que as organizações obtenham acesso a ferramentas que antes não conseguiam, muitas vezes pelo custo inicial e também de manutenção.

Por fim, o planejamento financeiro para PMEs precisa de um conhecimento minucioso de suas finanças e atividades. Além disso, é necessário implementar a definição de metas, a utilização do orçamento e também a forma como a sua empresa poderá alcançar seus objetivos.

Agora que você sabe como realizar um bom planejamento financeiro para sua PME, basta colocar em prática! Aproveite e entre em contato conosco para conhecer nossos serviços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *